RONDONÓPOLIS

PRA ELAS

Maratona de Lives no Facebook com Joelma Gomes, 1ª Dama de Poconé/MT

Publicado em

PRA ELAS

Maratona de Lives no Facebook | A violência doméstica em vários olhares.

Com Sandra Raquel, ativista pelo fim da violência doméstica, ex-vitima de violência doméstica, embaixadora do projeto Âmago e a presidente fundadora da Associação de Mulheres do MT e Joelma Gomes 1ª Dama e secretária de Assistência Social de Poconé.

No dia 09 de junho, teve o seu inicio as 19:30 horas no horário de Mato Grosso com o tema: Enfrentamento da Violência Contra a Mulher.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Equidade entre homens e mulheres pode impulsionar o crescimento econômico
Propaganda

POLÍTICA

Marildes pede que município implante o projeto“Ônibus Lilás”

Publicados

em

A vereadora Marildes Ferreira (PSB) destacou na sessão desta quarta-feira (25) da Câmara de Vereadores, a necessidade do município em aderir o projeto “Ônibus Lilás”.
Ela explicou que encaminhou uma indicação ao prefeito Zé Carlos do Pátio e a secretária de Assistência e Promoção Social, Iriana Cardoso, pedindo para que o município fizesse adesão ao projeto. “Fiz a indicação, pois essa é a forma legal, de buscar esse projeto”, disse a vereadora.
Marildes ainda explicou que com a indicação o prefeito e a secretária devem pedir para que o Estado libera o ônibus para atender a demanda da cidade e região.


O ônibus tem como objetivo visitar comunidades rurais para prestar serviços às mulheres, principalmente para orientar e receber denúncias de violência. “Objetivo é orientar, acolher e trabalhar a prevenção nas comunidades mais distantes como os assentamentos, aldeias indígenas e nas comunidades quilombolas, em alguns casos são mulheres que não têm voz”, explicou a parlamentar.
Saúde- Em seu discurso, a vereadora ainda fez questão de salientar, a situação do Hospital Regional, que na semana passada, cortou serviços em razão do fim de contratos de profissionais.
Marildes, no entanto, disse que as novas contratações começaram a ser feitas.
A vereadora, por outro lado, denunciou a falta de médicas psiquiatras no ambulatório de saúde mental. Ela explicou que no caso os dois médicos que atendem no local estão de licença, um com licença médica e outro com licença prêmio. “O problema é que os pacientes estão ficando sem receitas médicas para receber os remédios que são de uso continuo”, disse.
A parlamentar orientou a secretaria de Saúde a fazer com urgência, o chamamento público para evitar que o problema persista.

Leia Também:  Demência é ligada à menopausa prematura para as mulheres, diz estudo

 

Fonte – Lucas Perrone

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

PRA ELAS

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA